QUAL POSTURA UM CATÓLICO DEVE TER DIANTE DO SÍNODO DA AMAZÔNIA: O DIREITO DE RESISTIR ÀS INOVAÇÕES

Ureta

O Sr. José Antônio Ureta comenta sobre o direito de resistir as mudanças de paradigma do Papa Francisco e aos erros do Sínodo da Amazônia.

ANALISE DE UM ESCÂNDALO: SÍNODO DA AMAZÔNIA OU SÍNODO DE UMA NOVA TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO?

Ureta

O Sr. José Antônio Ureta faz uma analise do documento do Sínodo da Amazônia e denuncia a revolução que pretende acabar com a hierarquia dentro da igreja. Anexos do vídeo:

SÍNODO DA AMAZÔNIA: CAVALO DE TRÓIA DA TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO

asdujf2

“Temos diante de nós uma janela de oportunidade que nos permitirá avançar. Não devemos propor a Teologia da Libertação. Isso assusta muita gente. Precisamos conversar sobre questões socioambientais. Entre os sinais dos tempos, nesta linha, está o Sínodo Pan-Amazônia, a ser realizado em outubro. Isso é muito importante”. Declarações do frei dominicano Carlos Alberto Libânio

VERDE, O NOVO VERMELHO

Ernst Häckel2

Palestra na Conferência do IPCO em Roma 5 de outubro de 2019 Desastre de Chernobyl Senhoras e senhores, ilustres convidados, À primeira vista pareceria que marxismo, socialismo e comunismo pouco têm a ver com ecologia. Afinal, países comunistas e ex-comunistas como Rússia e China talvez sejam os piores infratores ambientais da história. Basta dizer ‘Chernobyl’

SÍNODO PAN-AMAZÔNICO: O CUMPRIMENTO DE UM ANTIGO PLANO

Pe Gustavo Gutiérrez

“Com este Sínodo, uma jornada de 30 a 40 anos da Igreja latino-americana atinge a maturidade.” Com estas palavras, o cardeal peruano Pedro Barreto, vice-presidente da REPAM (Rede Eclesial Pan-Amazônica), revela um aspecto fundamental do próximo Sínodo dos Bispos a ser realizado no próximo mês de outubro em Roma: é um plano de longa data

AS RELIGIÕES INDÍGENAS CONTINHAM “SEMENTES DO VERBO”? (I)

Xipe Totec2

Desfazendo as calúnias contra a colonização da América O artigo anterior teve como objetivo mostrar a completa falsidade da acusação de que os valorosos portugueses e espanhóis teriam cometido o “maior genocídio da história”, praticamente exterminando os povos indígenas, segundo o frade apóstata Leonardo Boff. Neste segundo artigo, dividido em duas partes, continuaremos a desfazer

HOUVE UM “GENOCÍDIO” DOS POVOS NATIVOS DA IBERO-AMÉRICA?

Leonardo Boff

Continuação do artigo anterior: A OFENSIVA CONTRA O V CENTENÁRIO DO DESCOBRIMENTO DA AMÉRICA Desfazendo as calúnias contra a colonização da América Introdução Que validade têm as acusações de que a Igreja, na América, foi cúmplice da destruição dos povos nativos, de seu aniquilamento político, cultural, social, étnico etc.? A melhor resposta a essa pergunta