QUAL POSTURA UM CATÓLICO DEVE TER DIANTE DO SÍNODO DA AMAZÔNIA: O DIREITO DE RESISTIR ÀS INOVAÇÕES

Ureta

O Sr. José Antônio Ureta comenta sobre o direito de resistir as mudanças de paradigma do Papa Francisco e aos erros do Sínodo da Amazônia.

SÍNODO DA AMAZÔNIA: O QUE ESTÁ EM JOGO?

Theologe Hans Küng

O Sínodo da Amazônia causa irritações e perplexidades não consideráveis entre os católicos. A razão para tal foi primeiramente o estilo do documento de trabalho (Instrumentum laboris), mais parecido com um panfleto dos Verdes e que mostra nítidas simpatias pelos hábitos (pagãos) dos povos indígenas na região amazônica. O desagrado aumentou depois do anúncio dos nomes

SÍNODO DA AMAZÔNIA: PACTO DAS CATACUMBAS E REAÇÃO DE CATÓLICOS EM ROMA E NO BRASIL – ROSÁRIO EM SP

Pacha Mama

Cresce a Polarização dentro da Santa Igreja Católica. Bispos progressistas relançam o “Pacto das Catacumbas”, uma versão eclesiástica do Foro de São Paulo, unindo a esquerda eclesiástica em torno da Teologia da Libertação. Em Roma, leigos católicos jogam no rio a “Pacha Mama”, ídolo entronizado em cerimônias relativas ao Sínodo da Amazônia. Em São Paulo

BISPO HOLANDÊS DENUNCIA A “NOVA RELIGIÃO” DO SÍNODO PAN AMAZÔNIA. CIMI É CONTRA A PROPRIEDADE PRIVADA

Bispo-holandês-1240

O bispo Robertus Mutsaerts, de Hertogenbosch, na Holanda, descreveu o Documento de Trabalho do Sínodo Pan Amazônico como promovendo a agenda eco-socialista do aquecimento global e transformações na Igreja como a ordenação de homens casados e mulheres. Sínodo Pan Amazônia aponta para uma Nova Religião O documento base Instrummentum Laboris faz uma “menção única de

A AMARGA SATISFAÇÃO DE PLINIO CORRÊA DE OLIVEIRA POR TER ANTECIPADO TUDO

PCO

Até alguns anos atrás, se alguém tivesse falado do tribalismo indígena como solução para a crise do mundo moderno, teria sido ridicularizado e considerado um lunático. E se alguém mencionasse uma tribalização da Igreja como a consequência natural do Concílio Vaticano II, talvez nem mesmo os mais ousados ​​hacks ecumênicos pudessem salvá-lo do pelourinho geral.

SÍNODO PAN-AMAZÔNICO: DA EVANGELIZAÇÃO AO “ÊXODO INTERCULTURAL” (PARTE 2)

Padre Luis Bolla

No artigo anterior mostramos como a Igreja soube como se adaptar às culturas dos povos que foi sucessivamente evangelizando, preservando e melhorando tudo o que elas continham de bom, bonito e verdadeiro, e eliminando tudo o que era mau, feio e errado, de maneira a fazer florescer uma cultura ao mesmo tempo autenticamente local e

SONHO AMAZÔNICO DO SÍNODO DO VATICANO

sinodo2-990x619

O Sínodo Amazônico, que se realiza em Roma, está focado em “ouvir”. Esta palavra ocorre 45 vezes no seu Instrumentum laboris. O próprio Sínodo é entendido como “um processo de escuta sinodal”, um “instrumento privilegiado de escuta”, um “processo dinâmico de escuta” (nº 1: 5). O que ele realmente quer “ouvir”? Considerando a Amazônia um

O AMAZONAS FLUI PARA O TIBRE (COM A AJUDA DO RENO)

Dom-Erwin-1200x762_c2

À medida que o Sínodo Pan-Amazônico se aproxima, cresce o número de vozes preocupadas. O que até poucos meses atrás parecia um evento quase folclórico, um eco de terras distantes e misteriosas sem qualquer impacto no continente europeu, começa agora a ser visto em sua dimensão correta: uma ameaça aos próprios alicerces da Igreja universal

SÍNODO PAN-AMAZÔNICO: DA EVANGELIZAÇÃO AO “ÊXODO INTERCULTURAL” (PARTE 1)

oiejfapieg

“Kiwxí” é o título de um filme[1] editado pela Rede Eclesial Pan-Amazônica em homenagem ao Irmão Vicente Cañas SJ, um missionário espanhol morto em 1987 por sua intervenção em disputas territoriais entre indígenas e proprietários recém-chegados ao noroeste do estado de Mato Grosso, no que era então um verdadeiro Far West brasileiro. Tempos antes, no