QUAL POSTURA UM CATÓLICO DEVE TER DIANTE DO SÍNODO DA AMAZÔNIA: O DIREITO DE RESISTIR ÀS INOVAÇÕES

Ureta

O Sr. José Antônio Ureta comenta sobre o direito de resistir as mudanças de paradigma do Papa Francisco e aos erros do Sínodo da Amazônia.

ANALISE DE UM ESCÂNDALO: SÍNODO DA AMAZÔNIA OU SÍNODO DE UMA NOVA TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO?

Ureta

O Sr. José Antônio Ureta faz uma analise do documento do Sínodo da Amazônia e denuncia a revolução que pretende acabar com a hierarquia dentro da igreja. Anexos do vídeo:

PARÓQUIAS TRADICIONAIS CRESCEM; O SÍNODO DA AMAZÔNIA DEVERIA REFLETIR SOBRE ISSO.

Missa-tridentina-rz

As paróquias católicas tradicionais crescem enquanto decai o número de católicos nos EUA. O Sínodo da Amazônia deveria refletir sobre isso, e reflexão profunda, objetiva, sincera à procura da solução para a diminuição das vocações sacerdotais. O Sínodo se esqueceu tambem de avaliar a queda quantitativa de fieis que frequentam a Igreja, batizam seu filhos,

SÍNODO DA AMAZÔNIA: O QUE ESTÁ EM JOGO?

Theologe Hans Küng

O Sínodo da Amazônia causa irritações e perplexidades não consideráveis entre os católicos. A razão para tal foi primeiramente o estilo do documento de trabalho (Instrumentum laboris), mais parecido com um panfleto dos Verdes e que mostra nítidas simpatias pelos hábitos (pagãos) dos povos indígenas na região amazônica. O desagrado aumentou depois do anúncio dos nomes

LICEIDADE DA RESISTÊNCIA A “MUDANÇA DE PARADIGMA” DO PAPA FRANCISCO

tfp_em_sao_paulo-RESISTENCIA

Liceidade da resistência Diante desta situação geral, é lícito não apenas ficar perplexo, mas até resistir, segundo o modelo ensinado por São Paulo (Gal 2, 11). Não se trata de pôr em discussão a autoridade pontifícia — perante a qual nosso amor e nossa veneração não devem senão crescer —, mas é o próprio amor ao Papado que

SÍNODO DA AMAZÔNIA: CAVALO DE TRÓIA DA TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO

asdujf2

“Temos diante de nós uma janela de oportunidade que nos permitirá avançar. Não devemos propor a Teologia da Libertação. Isso assusta muita gente. Precisamos conversar sobre questões socioambientais. Entre os sinais dos tempos, nesta linha, está o Sínodo Pan-Amazônia, a ser realizado em outubro. Isso é muito importante”. Declarações do frei dominicano Carlos Alberto Libânio

O SÍNODO, D. HUMMES, NOVO PACTO DAS CATACUMBAS, PACTO COM AS ESQUERDAS

Pacto-das-Catacumbas-rz

“Todas as grandes maldades do mundo são por causa do dinheiro”, afirmou D. Cláudio Hummes na renovação do “Pacto das Catacumbas”, em Roma. Corrupção, ganância por dinheiro, caixa 2 — incontáveis brasileiros participaram das manifestações públicas anti corrupção. Perguntamos, onde estava D. Cláudio Hummes? Quais os pronunciamentos que o Cardeal, hoje relator do Sínodo da

A AMARGA SATISFAÇÃO DE PLINIO CORRÊA DE OLIVEIRA POR TER ANTECIPADO TUDO

PCO

Até alguns anos atrás, se alguém tivesse falado do tribalismo indígena como solução para a crise do mundo moderno, teria sido ridicularizado e considerado um lunático. E se alguém mencionasse uma tribalização da Igreja como a consequência natural do Concílio Vaticano II, talvez nem mesmo os mais ousados ​​hacks ecumênicos pudessem salvá-lo do pelourinho geral.

SÍNODO PAN-AMAZÔNICO: DA EVANGELIZAÇÃO AO “ÊXODO INTERCULTURAL” (PARTE 2)

Padre Luis Bolla

No artigo anterior mostramos como a Igreja soube como se adaptar às culturas dos povos que foi sucessivamente evangelizando, preservando e melhorando tudo o que elas continham de bom, bonito e verdadeiro, e eliminando tudo o que era mau, feio e errado, de maneira a fazer florescer uma cultura ao mesmo tempo autenticamente local e

O AMAZONAS FLUI PARA O TIBRE (COM A AJUDA DO RENO)

Dom-Erwin-1200x762_c2

À medida que o Sínodo Pan-Amazônico se aproxima, cresce o número de vozes preocupadas. O que até poucos meses atrás parecia um evento quase folclórico, um eco de terras distantes e misteriosas sem qualquer impacto no continente europeu, começa agora a ser visto em sua dimensão correta: uma ameaça aos próprios alicerces da Igreja universal