Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Idiomas

Menu
LOGOTIPO8
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Idiomas

Menu
LOGOTIPO8

Quem Somos

O Pan-Amazon Synod Watch é uma iniciativa do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira (IPCO) e faz parte de uma campanha conjunta das Sociedades de Defesa da Tradição, Família e Propriedade (TFP) e organizações correlatas visando alertar a opinião pública mundial sobre a grave ameaça que o Sínodo da Pan Amazônia representa para a civilização ocidental. As TFPs e organizações coirmãs estão presentes em mais de 30 países e constituem a maior coalizão de associações católicas leigas inteiramente dedicadas à defesa da Civilização Cristã.

Em fidelidade a seus princípios, elas consideram indispensável lutar contra o falso ecologismo que, sob o pretexto de defender o meio ambiente, pretende impor à sociedade — através dos mais variados “decrescimentos” hoje em voga, populacionais, econômicos, e outros, todos eles de fundo socialista — fórmulas atentatórias às legítimas liberdades individuais que bordejam a apologia do tribalismo mais arcaico.

 O IPCO é uma associação brasileira fundada em 8 de dezembro de 2006 pelos legítimos discípulos de Plinio Corrêa de Oliveira que permaneceram unidos na defesa dos ideais da Tradição, da Família e da Propriedade contra toda forma de socialismo ou de comunismo, seja em manifestações culturais, artísticas, políticas ou mesmo religiosas.

Baseado na sólida doutrina milenar da Igreja e em estudos científicos sérios, este site tem por objetivo alertar todos aqueles que estão legitimamente preocupados com as notícias que circulam a respeito do Sínodo da Amazônia, marcado para outubro de 2019.

Com efeito, fala-se não apenas em uma “nova igreja”, mas também em uma nova concepção de sociedade, com forte viés socialista e igualitário.

Para a Igreja, noticia-se uma mudança eclesiológica profunda, tornando-a pneumática e, no fundo, tribal, em clara oposição a vinte séculos de Cristianismo. A teologia indigenista que está sendo promovida nada mais é que a radicalização da já condenada Teologia da Libertação, sob a máscara ecológica, o que já foi denunciada por Plinio Corrêa de Oliveira há mais de 40 anos, em seu livro Tribalismo Indígena – Ideal comuno-missionário para o Brasil do século XXI.

Para a sociedade temporal, caracterizada pelo desenvolvimento e enriquecimento das nações e de seus povos, as vozes do Sínodo
apresentam a alternativa de uma sociedade anticonsumista e minimalista, no fundo atentatória à livre iniciativa e à propriedade privada.

 

O  Pan-Amazon Synod Watch visa coligar organizações e pessoas contrárias a essa visão adulterada que tenta impingir à Santa Igreja e à sociedade temporal um modelo ecotribalista radical.

 

No estrito respeito à lei e à ordem, atuaremos para preservar o Ocidente e o mundo de mais esse passo rumo a um novo paradigma que se lhes quer impor.