Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Idiomas

LOGOTIPO8
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Idiomas

LOGOTIPO8

EM NOME DO SÍNODO DA AMAZÔNIA MUDAM A DOUTRINA E A FACE DA SANTA IGREJA DE DEUS?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no print
Mons Franz-Josef Overbeck

Nada será o mesmo” na Igreja após o Sínodo da Amazônia, afirma o bispo pró Homossexualismo, Franz-Josef Overbeck [foto acima], da Alemanha (LifeSiteNews[1], 3 de maio de 2019).

O “bispo alemão pró-homossexual previu que mudanças radicais na Igreja Católica em relação à moralidade sexual, o sacerdócio masculino e o celibato sacerdotal seguirão a próxima reunião de bispos planejada pelo Vaticano ainda este ano”.

“Nada será o mesmo que era”? O Sínodo da Amazônia levará a uma “ruptura”?

Prossegue LifeSiteNews: “De acordo com Katholische.de, o site oficial dos bispos católicos alemães, Dom Franz-Josef Overbeck, o ordinário da diocese de Essen, na Alemanha, disse aos repórteres que o Sínodo de Outubro na Amazônia levará a uma “ruptura” na Igreja e que “nada será o mesmo que era”.

Hierarquia e moral sexual tradicional X homossexualismo, ecologia, direitos humanos

D. Overbeck disse que a estrutura hierárquica da Igreja, sua moralidade sexual e a imagem geral do que é um padre (“Priesterbild”) seriam escrutinadas, e o papel das mulheres na Igreja também seria reconsiderado.

O bispo também relatou que o declínio do número de fiéis católicos na Europa e na América Latina seria discutido, juntamente com “a imensa exploração” do ambiente natural e das violações dos direitos humanos. O Sínodo acontecerá de 6 a 27 de outubro e seus temas principais são ecologia, teologia e pastoral, as preocupações dos povos indígenas e os direitos humanos.

Acusa a Igreja Católica de ter “estrutura eurocêntrica” em contraposição à igreja local latino-americana

Está prevista a mudança da Igreja de sua “estrutura eurocêntrica“, e as igrejas locais na América Latina e seu clero se tornariam cada vez mais independentes. Enquanto isso, refletindo sobre a falta de padres na Europa e na América Latina, o bispo de Essen declarou que as igrejas locais já são dirigidas principalmente por mulheres religiosas. “O rosto da igreja local é feminino“, disse o Bispo.

Embora D. Overbeck não tenha mencionado a questão, o site dos bispos alemães sugeriu que a questão dos padres casados ​​também seria discutida.

Overbeck também é conhecido por querer mudar o ensino católico sobre a homossexualidade. Ele pediu uma “des-patologização” dessa prática para evitar uma “marginalização intelectual do ensino moral católico”. Em outras palavras, o bispo de Essen condena toda a moral católica tradicional sobre o tema e afirma que ela conduz à “marginalização intelectual do ensino moral católico”.

* * *

Essa estranha simbiose entre a nova evangelização preconizada pelo Sínodo da Amazônia, o ambientalismo catastrófico, defesa do homossexualismo, ordenação de padres casados, “rosto feminino” da igreja latino-americana, combate à “igreja eurocêntrica”, combate ao caráter hierárquico da Igreja (por instituição divina) forma um só todo, é uma nova doutrina a desfigurar totalmente a Esposa de Cristo.

São Pio XÉ a atualização dos erros do Modernismo, condenado por São Pio X [foto acima] na Pascendi Dominici Gregis[2], dos erros da Ação Católica[3], dos Grupos Proféticos[4], da neo-missiologia indigenista[5].

É a igreja desalienada, dessacralizada, igualitária e posta à serviço da IV Revolução[6].

Recomendamos vivamente a nossos leitores os estudos e livros publicados pelo Prof. Plinio Corrêa de Oliveira [foto abaixo] (cfr. notas) que tomam especial atualidade em face dessa planejada desfiguração da Santa Igreja.

Plinio Corrêa de Oliveira
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image